Entre redemoinhos e o mar

É comum que no final de um ano olhemos para trás, percebendo que no curso do tempo que já não é, erramos, nos enganamos, perdemos oportunidades e falhamos em nossos relacionamentos. Tenho feito este exercício.
Estes dias me peguei pensando que seria interessante ter uma “máquina do tempo”, que pudesse me levar àquele instante exato de uma escolha que se mostrou enganosa, no instante imediatamente anterior àquela palavra que magoou.
Já pensou se existisse de fato esta possibilidade? Alguém poderia dizer:
- Ótimo! Minha chance de consertar os passos!
Tenho uma desconfiança quanto a isto.
Se tivéssemos a chance de retornar no tempo e corrigir a palavra dita, a ação precipitada, de que forma iríamos desenvolver a responsabilidade com nossos atos? Cairíamos num espiral de avanço e retrocesso e, assim, a vida não correria seu curso natural. Ficaríamos presos num redemoinho eterno, posto que erramos com freqüência. Não chegaríamos nunca ao mar. Converteríamos a vida numa barragem de comportas fechadas. Não veríamos a trajetória, os cenários mudando, as diferentes margens. Não haveria o movimento nas pedras, nas pequenas frinchas, nas quedas d´água.
A impossibilidade de retornar no tempo contribui para que sejamos mais sérios em nossas escolhas e decisões. Contribui para que pensemos antes de agir ou dizer, sabedores de que nossos movimentos podem, inclusive, alterar o curso da vida de outras pessoas.
Na maior parte das vezes, quero crer, erramos sem querer. Por um momento nossa visão torna-se parcial, vitimada pela neblina que, em muitos instantes, toma conta do leito. E erramos. Erramos na avaliação do momento, dizendo ou fazendo coisas que nos distanciam de pessoas ou da própria paz.
Ao olharmos por detrás dos ombros, é normal que lamentemos algumas cenas da vida que passou. E não é possível voltar no tempo.
Mas a percepção dos erros nos ajuda a olhar o sulco do rio à frente e seguir de maneira mais serena, percebendo nas curvas a oportunidade de desviar-nos daquilo que não é virtude.
Nos igarapés quero acertar, acarinhando gente e matando sedes., concluo.
Não desejo redemoinhos. Quero ir me acertando na corredeira.
Da vida não quero barragens. Da vida espero o mar.
Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Culto de Natal - 2011



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Roda do Advento - Igreja Metodista do Ipiranga


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

e não é?


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

para meus amigos e minhas amigas...


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

para meus amigos e minhas amigas...


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Milha Noturna - Breve reflexão sobre o tempo e sua pressa

Olhai para as aves do céu! Mateus 6:26a

Gosto de fazer caminhadas. Costumo separar uma ou duas noites por semana para esta prática, utilizando as passadas para um tempo de oração, reflexão, fomento de projetos e organização do dia que vem.

Numa destas “jornadas” pensava justamente sobre o ritmo frenético dos dias, que nos faz afundar num emaranhado de compromissos, afazeres, pressas e atrasos. Como é comum dizermos e ouvirmos:

- Não tenho tempo! Não dá! Impossível!

Por vezes a demanda é o trabalho, por vezes o lazer, a igreja, por vezes a família. E despedindo-nos daquilo que realmente nos preenche, os dias vão perdendo a graça, ganhando tons de cinza e de auto-anulação. Assim escapam, escoam, se vão.

O engraçado é que durante uma destas minhas “milhas noturnas”, enquanto pensava nestas questões, numa rua sossegada da vila, me deparei com uma coruja. Sim, aquele animal noturno belíssimo que normalmente se vê no campo. Há muito tempo não via uma coruja, desde a infância na cidade de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. Naquele instante paralisei, com medo que meu movimento a afugentasse. Observei-a. Observou-me também. Ela estava na guia da calçada e, depois de alguns instantes abriu suas asas e, num salto, ganhou o céu. Por um momento o seu vôo teve a lua cheia ao fundo. Que imagem linda!, pensei.

Confesso que aquilo me encantou. Vê-la mudou minha rotina e aquele dia deixou de ser um dia comum, para ser o dia em que revi uma coruja.

Desta experiência conclui que é importante que tenhamos novas balizas na existência, a fim de que os dias não sejam iguais. Li certa feita que a criança é tão empolgada com a vida por que em seu universo é tudo novidade. A noção da passagem do tempo é diferente para ela: cada dia tem um gosto especial.

Prestes a iniciar mais um ano deixo a dica. Um pouco de criatividade no cotidiano fará com que você se reposicione diante da vida, tornando-a relevante pela simples percepção de que não estamos presos em nossas limitações, mas plenos de oportunidades dignas do Evangelho.

Para que nos livremos desta impressão de que nossa vida está passando depressa, importa conhecer lugares, trocar a rota, repartir flores, conhecer pessoas, experimentar um doce, redescobrir o entorno. Importa rever corujas. Importa que haja novidade.

Todo dia deve ter a oportunidade de ser único e especial.

Que nas tuas “milhas” diurnas e noturnas o teu olhar esteja sensível a perceber as novas direções para as quais o próprio Deus está te apontando. Olhai as aves do céu!

Com estima pastoral,

Jonatas Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Mairiporã 2011

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Eu Nunca Amei Alguém Como Eu Te Amei

Eu nunca amei alguém como eu te amei
Por isso não consigo te esquecer
Esqueça aquilo tudo que eu falei
Mas guarde na lembrança que eu te amo
Há coisas que o tempo não desfaz
Há coisas que a vida pede mais
Se ainda estou tentando me afastar
Meu coração só pensa em voltar
Sorrisos e palavras são tão fáceis
Escondem a saudade que ficou
Mas acho que cansei dos meus disfarces
Quem olha nos meus olhos
Vê que nada terminou
Amor, por tudo isso que hoje eu sei
Não posso nem pensar em te perder
Queria te encontrar pra te dizer
Que eu nunca amei alguém como eu te amei.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 20/12

“Um ao outro ajudou e ao seu companheiro disse: sê forte”. Is. 41.6

Olá,
Quero aqui agradecer às várias manifestações de carinho, recebidas desde domingo, em função da confirmação de nossa nomeação para o Ipiranga. Foram várias ligações, emails, mensagens, palavras e abraços.
Estas indicações, além de nos emocionar sobremaneira, nos motivam e entusiasmam no esforço ministerial pela plena recuperação de nossa igreja.
Há caminhos que precisamos trilhar, com curvas de desafios e oportunidades. Por eles entraremos em mais um ano, na confiança de que Deus vai conosco. Todos os braços são bem-vindos e necessários. Unidos no serviço somos mais fortes, como diz o texto que a este encabeça.
Deixo minha palavra de gratidão pelo acolhimento que mais uma vez nos é dado neste tempo de permanência.
Assim quis o Senhor. Assim o faremos. Aleluia!
Termino cantarolando aquela canção que tanto gosto:
“algo novo Deus está por fazer a este povo a quem muito quer bem”.
Receba meu abraço, que dou com o coração cheio de alegria neste tempo de recomeço, neste tempo de espera por Jesus, o Menino-Deus.
Com estima pastoral,

Jonatas Rotter Cavalheiro
Pastor na Igreja Metodista do Ipiranga

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

o mundo acaba hoje e eu estarei dançando com você

Dançando
Pitty



Eu sei que lá no fundo
Há tanta beleza no mundo
Eu só queria enxergar

As tardes de domingo
O dia me sorrindo
Eu só queria enxergar

Qualquer coisa pra domar
O peito em fogo
Algo pra justificar
Uma vida morna

O mundo acaba hoje e eu estarei dançando
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando com você

Não esqueço aquela esquina
A graça da menina
Eu só queria enxergar

Por isso eu me entrego
À um imediatismo cego
Pronta pro mundo acabar

Você acredita no depois?
Prefiro o agora
Se no fim formos só nós dois
Que seja lá fora

O mundo acaba hoje e eu estarei dançando
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando com você

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Adele - One and Only (Tradução & Legendado)




estou apaixonado por esta moça
voz melodiosa
que vai e volta
em intensidade, sabor, melancolia
voz que toca o profundo, o escondido, o que não é mais
que vai em sol
volta em do
vai em amor
volta em saudade

exagero?
ouça!

em tempo:
o céu pela janela está incrível.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Neruda

Tu eras também uma pequena folha
que tremia no meu peito.
O vento da vida pôs-te ali.
A princípio não te vi: não soube
que ias comigo,
até que as tuas raízes
atravessaram o meu peito,
se uniram aos fios do meu sangue,
falaram pela minha boca,
floresceram comigo.

Pablo Neruda

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 14/12

Oh que paz Jesus me dá,
Paz que outrora não senti
Cada vez sou mais feliz
Desde que O conheci
Olá,
Hoje acordei com a melodia deste hino na cabeça.
Este período, em especial esta semana, é um tempo de intensa reflexão para o corpo pastoral. Como sabem, domingo é o culto de nomeações (Catedral Metodista de São Paulo, 10h) e a expectativa nos coloca em um ambiente de espera e oração.
Não faço idéia do quem vem. Temos algumas indicações, mas nada concreto.
Nestes dias tem sido impossível não lembrar da caminhada nestes quatro anos. Foi um tempo bom, feliz, intenso em desafios e na experimentação da mão de Deus. No domingo passado, enquanto o culto matutino se desenvolvia, o grupo de umas 15 crianças se fazia ouvir em seu ensaio no salão. Sinais da Graça. Esta e outras expressões da igreja nestes últimos tempos me fazem crer que há muitas razões para agradecer. A igreja avançou em muitos aspectos.
Tenho segurança de que nestes quatro anos na Igreja do Ipiranga fiz o melhor que pude, procurando compor com o Rev. Fernando da melhor maneira. Com a ajuda de Deus formamos nestes anos uma boa dupla, que em muito completou-se. Dou Graças a Deus por este período de companheirismo em equipe e pelo aprendizado mútuo que a Graça nos proporcionou.
Quero deixar aqui minha expressão de alegria e privilégio em servir à igreja aqui. Fui recebido com enorme carinho e procurei dar minha contribuição com toda disposição e com o melhor das minhas forças. Se errei com alguém em algum momento, independente das nomeações, Deus vai me ajudar a consertar.
Estou nas mãos de Deus. O Senhor sabe de minha vontade, mas rogo Àquele que me chamou que faça cumprir a Sua. Prego repetidamente que os desígnios do Senhor concorrem sempre para o nosso bem. Eis mais uma chance de viver isto. Tenho plena confiança de que Deus vai afirmar Sua vontade através do governo episcopal da Igreja Metodista no solo da Terceira Região. Meu ministério é dEle. Repouso sobre a Sua mão.
Agradeço a Deus nominalmente por vocês e pelo suporte que deram em amor ao meu ministério. Agradeço pelo carinho em tempos difíceis, pelo auxílio inesperado, pela mão que se juntou a tantas outras, pelo tempo ofertado à igreja, pela ajuda alcançada, pelo desejo de construir uma comunidade de amor, mais forte e digna de Cristo Jesus. A todos e todas vocês minha gratidão.
As coisas mudam, mas o amor do Senhor permanece para sempre.
Que venha o domingo e que Ele traga sobre todos nós o sopro do querer de Deus. De novo.

... oh que paz Jesus me dá!

Com estima pastoral,

Rev. Jonatas Rotter Cavalheiro
Pastor na Igreja Metodista do Ipiranga

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

frase inteligente


"A vida sempre nos reserva primaveras...
Floresçamos."

Fábio de Melo

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Amém

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 05/12


segue o "olá" com a arte do Ricardo

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 05/12

Olá Pastoral – 05/12


Reflexo


Ontem, durante o almoço que tivemos em nossa igreja, tive a chance de conversar um pouco com o casal Sônia e Paulo Roberto. Das várias impressões da vida que trocamos, uma fala da Sônia me fez pensar. Contava ela que a Larissa, sua filha de três anos, tem olhos muito negros, castanhos ao extremo. Já ela, a mãe, tem olhos intensamente claros. Até aí tudo bem. Normal. O interessante está no que contou em seguida: quando as duas se olham nos olhos, a Sônia consegue enxergar-se nitidamente nos olhos escuros da pequenina.

A Sônia não teria esta percepção olhando sua filha de longe.

As experiências mais lindas que temos uns com os outros se dão graças à proximidade. As experiências mais lindas que temos na igreja só podem se dar quando valorizamos e preservamos a comunhão. As experiências mais tocantes e transformadoras da vida só são possíveis debaixo da guarida de Deus, debaixo do abraço de Deus, debaixo da íris do Pai.

Que a proximidade torne possível ao Senhor ver a Sua imagem nos teus olhos, especialmente neste tempo de Advento, instante em que o brilho do olhar de Deus é diferente, a ponto de se fazer estrela, a ponto de se fazer Jesus.

Com estima pastoral,

Jonatas Rotter Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Duda tentando acordar depois da castração

video

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Advento

"o Seu nome será Maravilhoso Conselheiro,
Deus forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz!"


estamos na caminhada do Advento
estrada que nos leva até a cidade de Belém

um menino está para nascer
e reafirmamos, na repetição da espera
a fé nAquele que vem

prepare o seu coração para a chegada do Menino-Deus
por um momento olhe para trás, notando aquilo que te afastou do Senhor
mas em seguida coloque os olhos no horizonte
a visão do que passou precisa nos empurrar à frente
- a isto damos nome de arrependimento -
culpas nos paralisam

neste Natal,
lembre de Jesus!

e que o brilho da manjedoura te aponte novos caminhos
reinaugurando a própria vida
a tua vida com Deus


com estima pastoral,


Rev. Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

video

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Substituição

chove em São Bernardo,
lá fora cheiro de terra, provocando memórias
no horizonte um tom de cinza
vontade juvenil e contida por um banho no aguaceiro
enquanto penso
a chuva passa
pensei demais
a infância definitivamente deu lugar às ponderações.

JRC

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Primeira Nomeação

O formando Pr. Francisco Thiago recebeu sua primeira nomeação no dia de ontem: Avaré.

Ao colega os nossos parabéns.

Que Deus o acompanhe no exercício do pastoreio.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Senhor,
faz de mim um instrumento de tua música.
Onde há silêncio
que eu leve o si.
Onde há dor
que eu leve o dó.
Onde há lágrima
que eu leve o lá.
E onde há trevas
que eu leve o Sol...
(Carlos Rodrigues Brandão)

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Concílio Geral - 2011

eu e Rev. Fernando,
comemorando a nota que recebemos pela contribuição ao Concílio: 04
ps. a escala era de 01 a 10... :(

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Mairiporã 2011

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

sempre Clarice


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

O insustentável preconceito do ser!

* segue brilhante crônica de Rosana Jatobá,
que tem origem metodista
Era o admirável mundo novo! Recém-chegada de Salvador, vinha a convite de uma emissora de TV, para a qual já trabalhava como repórter. Solícitos, os colegas da redação paulistana se empenhavam em promover e indicar os melhores programas de lazer e cultura, onde eu abastecia a alma de prazer e o intelecto de novos conhecimentos.
Era o admirável mundo civilizado! Mentes abertas com alto nível de educação formal. No entanto, logo percebi o ruído no discurso:
- Recomendo um passeio pelo nosso "Central Park", disse um repórter. Mas evite ir ao Ibirapuera nos domingos, porque é uma baianada só!
-Então estarei em casa, repliquei ironicamente.
-Ai, desculpa, não quis te ofender. É força de expressão. Tô falando de um tipo de gente.
-A gente que ajudou a construir as ruas e pontes, e a levantar os prédios da capital paulista?
-Sim, quer dizer, não! Me refiro às pessoas mal-educadas, que falam alto e fazem "farofa" no parque.
-Desculpe, mas outro dia vi um paulistano que, silenciosamente, abriu a janela do carro e atirou uma caixa de sapatos.
-Não me leve a mal, não tenho preconceitos contra os baianos. Aliás, adoro a sua terra, seu jeito de falar....
De fato, percebo que não existe a intenção de magoar. São palavras ou expressões que , de tão arraigadas, passam despercebidas, mas carregam o flagelo do preconceito. Preconceito velado, o que é pior, porque não mostra a cara, não se assume como tal. Difícil combater um inimigo disfarçado.
Descobri que no Rio de Janeiro, a pecha recai sobre os "Paraíba", que, aliás, podem ser qualquer nordestino. Com ou sem a "Cabeça chata", outra denominação usada no Sudeste para quem nasce no Nordeste.
Na Bahia, a herança escravocrata até hoje reproduz gestos e palavras que segregam. Já testemunhei pessoas esfregando o dedo indicador no braço, para se referir a um negro, como se a cor do sujeito explicasse uma atitude censurável.
Numa das conversas que tive com a jornalista Miriam Leitão, ela comentava:
-O Brasil gosta de se imaginar como uma democracia racial, mas isso é uma ilusão. Nós temos uma marcha de carnaval, feita há 40 anos, cantada até hoje. E ela é terrível. Os brancos nunca pensam no que estão cantando. A letra diz o seguinte:
"O teu cabelo não nega, mulata
Porque és mulata na cor
Mas como a cor não pega, mulata
Mulata, quero o teu amor".
"É ofensivo", diz Miriam. Como a cor de alguém poderia contaminar, como se fosse doença? E as pessoas nunca percebem.
A expressão "pé na cozinha", para designar a ascendência africana, é a mais comum de todas, e também dita sem o menor constragimento. É o retorno à mentalidade escravocrata, reproduzindo as mazelas da senzala.
O cronista Rubem Alves publicou esta semana na Folha de São Paulo um artigo no qual ressalta:
"Palavras não são inocentes, elas são armas que os poderosos usam para ferir e dominar os fracos. Os brancos norte-americanos inventaram a palavra 'niger' para humilhar os negros. Criaram uma brincadeira que tinha um versinho assim:
'Eeny, meeny, miny, moe, catch a niger by the toe'...que quer dizer, agarre um crioulo pelo dedão do pé (aqui no Brasil, quando se quer diminuir um negro, usa-se a palavra crioulo).
Em denúncia a esse uso ofensivo da palavra , os negros cunharam o slogan 'black is beautiful'. Daí surgiu a linguagem politicamente correta. A regra fundamental dessa linguagem é nunca usar uma palavra que humilhe, discrimine ou zombe de alguém".
Será que na era Obama vão inventar "Pé na Presidência", para se referir aos negros e mulatos americanos de hoje?
A origem social é outro fator que gera comentários tidos como "inofensivos" , mas cruéis. A Nação que deveria se orgulhar de sua mobilidade social, é a mesma que o picha o próprio Presidente de torneiro mecânico, semi-analfabeto. Com relação aos empregados domésticos, já cheguei a ouvir:
- A minha "criadagem" não entra pelo elevador social !
E a complacência com relação aos chamamentos, insultos, por vezes humilhantes, dirigidos aos homossexuais ? Os termos bicha, bichona, frutinha, biba, "viado", maricona, boiola e uma infinidade de apelidos, despertam risadas. Quem se importa com o potencial ofensivo?
Mulher é rainha no dia oito de março. Quando se atreve a encarar o trânsito, e desagrada o código masculino, ouve frequentemente:
- Só podia ser mulher! Ei, dona Maria, seu lugar é no tanque!
Dependendo do tom do cabelo, demonstrações de desinformação ou falta de inteligência, são imediatamente imputadas a um certo tipo feminino:
-Só podia ser loira!
Se a forma de administrar o próprio dinheiro é poupar muito e gastar pouco:
- Só podia ser judeu!
A mesma superficialidade em abordar as características de um povo se aplica aos árabes. Aqui, todos eles viram turcos. Quem acumula quilos extras é motivo de chacota do tipo: rolha de poço, polpeta, almôndega, baleia ...
Gosto muito do provérbio bíblico, legado do Cristianismo: "O mal não é o que entra, mas o que sai da boca do homem".
Invoco também a doutrina da Física Quântica, que confere às palavras o poder de ratificar ou transformar a realidade. São partículas de energia tecendo as teias do comportamento humano.
A liberdade de escolha e a tolerância das diferenças resumem o Princípio da Igualdade, sem o qual nenhuma sociedade pode ser Sustentável.
O preconceito nas entrelinhas é perigoso, porque , em doses homeopáticas, reforça os estigmas e aprofunda os abismos entre os cidadãos. Revela a ignorancia e alimenta o monstro da maldade.
Até que um dia um trabalhador perde o emprego, se torna um alcóolatra, passa a viver nas ruas e amanhece carbonizado:
-Só podia ser mendigo!
No outro dia, o motim toma conta da prisão, a polícia invade, mata 111 detentos, e nem a canção do Caetano Veloso é capaz de comover:
-Só podia ser bandido!
Somos nós os responsáveis pela construção do ideal de civilidade aqui em São Paulo, no Rio, na Bahia, em qualquer lugar do mundo. É a consciência do valor de cada pessoa que eleva a raça humana e aflora o que temos de melhor para dizer uns aos outros.
PS: Fui ao Ibirapuera num domingo e encontrei vários conterrâneos.

Rosana Jatobá - jornalista, graduada em Direito e Jornalismo pela Universidade Federal da Bahia, e mestranda em gestão e tecnologias ambientais da Universidade de São Paulo.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

imagem linda


vó Helena e a Tata...
imagem que resume uma vida
imensa e cotidiana saudade

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Acampamento Igreja do Ipiranga


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Acampamento da Igreja no Ipiranga

Momento de Devocional

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Acampamento da Igreja no Ipiranga


Noite Cultural
"Atuando" em esquete...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Acampamento da Igreja no Ipiranga - Grupo de pastores

da esquerda p/ direita: Sem. Fco. Thiago, Rev. Josias, eu, Rev. Pedro (pastor em Jundiaí) e Rev. Fernando

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Informação

Em função do falecimento do Bispo Adolfo, o Bispo-Presidente Revmo. João Carlos Lopes convocou o Concílio Geral Extraordinário, para reunir-se no dia 17 de dezembro, em São Paulo - Catedral Metodista, para eleger o/a novo/a bispo/a.
O rol é o mesmo de Brasília.

Que o Senhor da Igreja sopre suavemente Sua Graça sobre nós e nos ajude nesta nova e inesperada milha.
Que o Senhor da Vida permaneça sobre a família do saudoso bispo Adolfo.
Sole Deo Gloria!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Concílio Regional - Campos do Jordão

http://www.flickr.com/photos/69189546@N02/6291795226/in/photostream/

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

QUINDINS NA PORTARIA (Martha Medeiros)


"Estava lendo o novo livro do Paulo Hecker Filho, Fidelidades, onde, numa de suas prosas poéticas, ele conta que, antigamente, deixava bilhetes, livros e quindins na portaria do prédio do Mario Quintana: 'Para estar ao lado sem pesar com a presença'.


Para a maioria das pessoas, isso que chamo de um raro estalo de sensibilidade tem outro nome: frescura. Afinal, todo mundo gosta de carinho, todo mundo quer ser visitado, ninguém pesa com sua presença num mundo já tão individualista e solitário.


Ah, pesa.


Até mesmo uma relação íntima exige certos cuidados. Eu bato na porta antes de entrar no quarto das minhas filhas e na de meu próprio quarto, se sei que está ocupado.


Eu pergunto para minha mãe se ela está livre antes de prosseguir com uma conversa por telefone. Eu não faço visitas inesperadas a ninguém, a não ser em caso de urgência, mas até minhas urgências tive a sorte de que fossem delicadas.
Pessoas não ficam sentadas em seus sofás aguardando a chegada do Messias, o que dirá a do vizinho. Pessoas estão jantando. Pessoas estão preocupadas. Pessoas estão com o seu blusão preferido, aquele meio sujo e rasgado, que elas só usam quando ninguém está vendo. Pessoas estão chorando. Pessoas estão assistindo a seu programa de tevê favorito.


Pessoas estão se amando. Avise que está a caminho. Frescura, jura? Então tá, frescura, que seja.


Adoro e-mails justamente porque são sempre bem-vindos, e posso retribuí-los sabendo que nada interromperei do lado de lá. Sem falar que encurtam o caminho para a intimidade. Dizemos pelo computador coisas que face a face seriam mais trabalhosas.


Por não ser ao vivo, perde o caráter afetivo? Nem se discute que o encontro é sagrado. Mas é possível estar ao lado de quem a gente gosta por outros meios. Quando leio um livro indicado por uma amiga, fico mais próxima dela. Quando mando flores, vou junto com o cartão. Já visitei um pequeno lugarejo só para sentir o impacto que uma pessoa querida havia sentido, anos antes. Também é estar junto.


Sendo assim, bilhetes, e-mails, livros e quindins na portaria não é distância: é só um outro tipo de abraço."

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

fim de tarde no portão

o resumo musical da parábola do filho pródigo, também chamada de parábola do pai bondoso...

http://letras.terra.com.br/stenio-marcius/1112433/


o Senhor está sempre no portão aguardando nossa volta para casa.


talvez seja este o tempo de você voltar!

ouça a música!


com estima pastoral,


Rev. Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 20/10

Olá

Esta semana começou em ritmo alucinante e, por conta disto, atrasei este “olá”.

Ontem pensava nisto durante minha caminhada noturna: sobre o ritmo frenético dos dias, que nos faz afundar num emaranhado de compromissos, afazeres, pressas e atrasos. O engraçado é que durante o que eu chamo de “minha milha noturna”, numa rua sossegada de minha vila, dei de cara com uma coruja. Sim, aquele animal noturno belíssimo que normalmente se vê no campo. Há muito tempo não via uma coruja. Paralisei, com medo que meu movimento a afugentasse. Observei-a. Observou-me também. Ela estava na guia da calçada. Confesso que aquilo me encantou. Vê-la mudou minha rotina e o dia de ontem deixou de ser um dia comum, para ser o dia em que revi uma coruja.

Penso que é importante que tenhamos novas balizas na vida, a fim de que os dias não sejam iguais. Li certa feita que a criança é tão empolgada com a vida pq para ela é tudo novidade. A noção da passagem do tempo é diferente para ela: cada dia tem um gosto especial.

Para que nos livremos desta impressão de que nossa vida está passando depressa, importa conhecer lugares, trocar a rota, repartir flores, conhecer pessoas, experimentar um doce, redescobrir o entorno, rever corujas. Importa que haja novidade.

Fica a dica. Um pouco de criatividade no cotidiano fará com que ele não voe.

Que Deus te coloque em movimento na direção da plena valorização da vida.

Com estima pastoral,

Jonatas Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

09 de outubro


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

35 anos

ao chegar na igreja, manhã de domingo
a Clara e a Mariana vieram ao meu encontro
elas tem 3 e 7 anos, respectivamente
vieram com os bracinhos levantados e munidas de sorrisos lindos
ajoelhei-me
abraçaram-me com força, com carinho
prepararam-me dois cartões
neles desenhos lindos
cores de afeto

em seguida o Mateus e o Lucas, lindos gêmeos de minha comunidade
aproveitando a chace, fizeram o mesmo
e o Lucas (ou terá sido o Mateus? xi!), do alto de seus 6 anos me disse: - Deus te abençoe pastor!

e este foi o começo de um domingo em que Deus me acarinhou demais
na voz e no toque de dezenas de pessoas que me querem bem
em cada toque, o toque do Senhor

que dia especial!

a todos e todas minha gratidão

a trajetória só tem sentido quando damos a ela significado

Bendito seja Deus!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 26/09

Propriedade do Senhor

No dia de ontem - culto matutino - falei sobre um dos textos de Pedro, aquele no qual ele instrui a igreja primitiva sobre alguns aspectos importantes para sua caminhada.

Pedro defende que o cristão é um "edifício espiritual", construído por Deus e avança em sua reflexão de maneira poética e encantadora, afirmando àqueles e a nós mesmos:

- vós sois raça eleita, sacerdócio universal, povo de propriedade explusiva de Deus!

Neste ponto lembrei que hoje é muito comum a venda de templos desativados, principalmente na Europa. Lugares construídos com o propósito de adoração a Deus que tem a sua função primeira abandonada, constituíndo-se agora em bares, restaurantes e hotéis.

Também recordei de uma experiência com a saudosa Déa Affini, na qual ela me disse, sobre a rampa externa da igreja em Rudge Ramos:

- esta rampa não tem a proteção de corremãos e eu tenho algum receio... tenho a impressão de que pode haver uma força nos atraindo às beiradas.

Com estas memórias e à luz do texto bíblico concluí dizendo:

1. somos edifícios espirituais e precisamos afirmar - em testemunho e ação profética - que não estamos à venda. Nossa fé e relação com Deus são inegociáveis e o que Deus construiu em nós não tem preço. Temos visto muitas pessoas colocando plaquinhas de vende-se bem na frente da vida com Deus e afastando-se de sua função primeira, que é o louvor dAquele que é Santo;

2. temos que tomar cuidado com as beiradas da existência, que querem nos fazer despencar da virtude, do caráter e da comunhão com Deus. As beiradas são atraentes, mas perigosas. São atraentes, mas nos fazem arriscar a nossa saúde espiritual. São atraentes, mas querem nos inserir num "mercado imobiliário" esquisito, no qual é comum a negociação daquilo que é do Senhor.

Cuidado com as beiradas!
Você pertence ao Senhor. Não negocie isto.

Com estima pastoral,

Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Quintana é demais!

Do amoroso esquecimento

Eu, agora - que desfecho!
Já nem penso mais em ti...
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Sexta-feira

é sexta-feira
e o acúmulo delas nos faz perceber
que a vida vai
ela se escoa
se esconde
parte de leve
e fica
repetindo-se assim

talvez ela espere que nós
- passageiros passivos -
tornemo-nos crianças, daquelas inquietas
que em tudo percebem novidades de vida
correndo entre os girassóis abertos
sem celebrar "sextas-feiras"
para elas é bobagem
afinal sempre é tempo de brincar

todo instante pode valer a pena
e todo dia merece uma chance de ser diferente e único

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Sexta


É sexta, prenúncio de final de semana.
Desejo a todos e todas um tempo de descanso cercado pela Graça de Deus. Que Ela mesmo renove tuas forças, te conforte após as batalhas do cotidiano e te traga em segurança de volta para casa.
Há um "homem" no portão.

Beijo

Rev. Jonatas Cavalheiro


  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

MQ

"Sonhar é acordar-se para dentro".

Mário Quintana

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

milha noturna

ao andar pela noite
-angústias serenas -
fico a pensar nos que vagueiam à esmo
como eu
seremos tolos que deambulam?
ou será que simplesmente não suportamos ficar?

JRC

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 22/08

Queridos e queridas,

Olá!

Passando para deixar meu especial abraço no nascimento de mais uma semana.

Deixo aqui o texto utilizado para o sermão da manhã de ontem:

"Confia no Senhor, de todo o coração. Não te estribes no teu próprio entendimento. Entrega a Ele todos os teus caminhos e Ele a tua vida guiará". Provérbios 3.4-5

Que o Senhor da vida te conduza pelos caminhos por Ele desenhados e que você utilize este novo tempo para afirmar: - eu confio no Senhor!

Com estima pastoral,

Rev. Jonatas Cavalheiro

em tempo: que frio!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Deus conosco...



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 15/08

Olá!

Ontem à noite o Rev. Josias leu os primeiros versos do capítulo 7 do livro de Eclesiastes e um deles, em especial, me chamou a atenção. Diz assim o verso 3:

3. melhor a tristeza do que o riso, porque com a tristeza do rosto se faz melhor o coração.

Trago desde ontem este versículo comigo e, confesso, não sei ao certo o que Deus quer que eu aprenda com ele. No entanto, tenho a impressão de que há neste pedacinho do texto bíblico algo que o Senhor deseja que eu descubra.

Talvez seja algo que Ele deseja que NÓS descubramos.

Compartilho isto contigo agora, segunda, às 8:50h.

Deus abençoe a tua semana.

Com um beijo e estima pastoral,


Rev. Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

que saudade de ti





  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

não desistir

minha avó faria 84 neste próximo sábado, 13

nos deixou no dia 26 de junho

no seu quarto um vazio intenso e seu cheiro

a cadeira na janela, por onde olhava a rua, esperando-nos

ambiente difícil de visitar hoje

da última vez sentei ali sozinho e percebi, de novo,

que não tenho uma memória sem ela

no seu cantinho, sentado em sua caminha,

estava vivendo o momento que me assombrava desde menino:

a dor e o vazio de perdê-la



que saudade de minha vó

quisera que Deus permitisse chegar a ela um recado

dizendo que estamos incompletos e gratos

e que enquanto não nos encontrarmos, vamos sempre lembrar

sem desespero, mas com doçura, ao som de suas melhores histórias e risadas



pouco tempo antes de partir disse a um dos netos:

- não queria morrer sem te ver feliz.



e agora, no fim de um dia particularmente triste

em honra à memória de minha segunda mãe

tomo para mim este seu desejo

e deixo aqui o registro:

- não vou desistir de perseguir a tarde mais bela, o pomar mais doce, a lua mais intensa.



a Deus a gratidão pela vida de minha avó: d. Helena Louzada Rotter

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

informando Bispos e Bispa

Colégio Episcopal Eleito no 19º Concílio Geral da IM

Paulo Lockmam
João Carlos Lopes
Adonias do Lago
Roberto
Luiz Vergílio
Marisa Freitas
Adolfo Evaristo
José Carlos Peres

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

d. Helena

Amigos e amigas,

Grato pelo carinho nestes dias.

Minha avó querida, d. Helena, tombou para a vida no último domingo, deixando-nos por demais saudosos.

Fica a gratidão a Deus pelo privilégio que tivemos de conviver com esta mulher forte, guerreira, doce e temente a Deus, que debaixo da Graça enfrentou situações terríveis, vencendo-as uma a uma.

Louvado seja Deus pela vida de d. Helena Louzada Rotter, minha vó.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Céu de Santo Amaro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral – 21/06

Na noite de ontem recebi a visita de dois amigos muito queridos para mim. Tivemos em casa um tempo muito gostoso de comunhão e partilha da vida. Ali rimos e falamos da caminhada de maneira que só se pode fazer entre amigos. Quando saíram agradeci a Deus por aquele tempo, e fiquei pensando no grande desafio de fazer, manter e priorizar os amigos, especialmente neste mundo tão cheio de apelos. Nesta hora recordei da música de Oswaldo Montenegro:

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...
Faça uma lista dos sonhos que tinha

Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...

Quero te convidar a pensar no teu círculo de amizades, no tempo dedicado a estas pessoas que, sem vínculo sanguíneo, gostam e identificam-se com você. Pessoas de lugares e personalidades distintas que, de repente, fizeram ou fazem parte da tua história, compartilhando o dia que fez sol e a noite de tempestade.

Penso que ao zelar por este “círculo terapêutico” podemos falar das coisas da fé no simples ato de cuidado, de solidariedade e disponibilidade. No aperfeiçoamento dos laços cuidamos e somos cuidados e através da voz e toque deste “círculo” somos visitados por anjos enviados de Deus.
Se uma boa amizade você tem, louve a Deus pois a amizade é um bem!


Quem sabe hoje não seja o dia para surpreender um amigo com uma ligação de carinho?


Quem sabe...

Uma terça feliz, uma semana abençoada...

Com estima pastoral,

Jonatas Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

de Victor Hugo

"Sede como os pássaros que,
ao pousarem um instante sobre ramos muito leves,
sentem-nos ceder, mas cantam!
Eles sabem que possuem asas".

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

de Guimarães Rosa

"O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem"

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Gloria Kallil

SER CHIQUE SEMPRE


Nunca o termo "chique" foi tão usado para qualificar pessoas como nos dias de hoje. A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas. Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo carro Italiano. O que faz uma pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida.

Chique mesmo é quem fala baixo. Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem por seus imensos decotes e nem precisa contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.

Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio. Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta. É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua. Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador. É lembrar-se do aniversário dos amigos.

Chique mesmo é não se exceder jamais! Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir. Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor. É "desligar o radar", "o telefone", quando estiver sentado à mesa do restaurante, prestar verdadeira atenção a sua companhia.

Chique mesmo é honrar a sua palavra, ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios. Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite!

Chique do chique é não se iludir com "trocentas" plásticas do físico... quando se pretende corrigir o caráter: não há plástica que salve grosseria, incompetência, mentira, fraude, agressão, intolerância, ateísmo...falsidade.

Mas, para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de se lembrar sempre de o quão breve é a vida e de que, ao final e ao cabo, vamos todos terminar da mesma maneira, mortos sem levar nada material deste mundo. Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não lhe faça bem, que não seja correta.

Lembre-se: o diabo parece chique, mas o inferno não tem qualquer glamour! Porque, no final das contas, chique mesmo é Crer em Deus!

Investir em conhecimento pode nos tornar sábios... mas, Amor e Fé nos tornam humanos!


Gloria Kallil

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 13/06

Olá!

"quem dos meus braços pode arrancar-te?"


Bom dia!



Nas primeiras horas desta segunda quero abraçar a cada um e a cada uma bem forte, com a intensidade do carinho fraterno que nos une.

Deixo aqui, no descortinar de mais uma semana, a expressão de Paulo à Igreja em Filipos:

- Perto está o Senhor!

Nas horas que virão, talvez alguma circunstância queira negar isto, na tentativa de te fazer crer que o Senhor se ausentou, está distante e insensível às nossas dificuldades. Nestes instantes ouça o apóstolo dizendo a ti também:

- o Senhor está perto, presente, te acompanha e no Seu abraço você pode erguer a cabeça, indo na direção dos desafios com confiança, fé e esperança.

Que este não seja o tempo da desistência ou prostração, mas de marcha.

Uma semana cheia de vida para você!

Com estima pastoral,

Jonatas Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Fernando Pessoa

"O valor das coisas não está no tempo que elas duram,


mas na intensidade com que acontecem.


Por isso existem momentos inesquecíveis,


coisas inexplicáveis


e pessoas incomparáveis."

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 07/06

Olá!


Como estão?

Espero que muito bem!


Quero aqui rapidamente reforçar a tônica do sermão do último domingo de manhã. Na ocasião falei sobre Pedro, que no meio da tempestade e juntamente com outros discípulos, tem três reações diante do caos e da noite que os envolvem:


1. Perde a referência. A pequena embarcação balança demais, a noite envolve a todos, o vento bate forte e já não sabem para onde remar, pois a praia parece ter sumido;
2. Duvida. Pedro, ao ver Jesus, brada: - Se és tu manda-me ir ter contigo.
3. Deixa de olhar na direção do Mestre e afunda. Pedro passa a prestar mais atenção na força das ondas e do vento, deixando de olhar na direção do mestre, e submerge.

Na vida é assim também. No meio das várias tempestades é comum perdermos a referência, o rumo, o caminho certo. Nestes instantes o Senhor Jesus deixa a praia e vem até a nossa direção, surpreendendo-nos em meio ao caos dos dias. Também nós duvidamos que o Senhor esteja presente nos momentos de tribulação e insegurança que experimentamos em nossa “navegação”, mas está e também nos manda ir em Sua direção, vencendo o medo.


Que o contexto, por mais desafiador que seja, não te desvie o olhar do mestre que continua dizendo a você:

- não importa a circunstância... olhe para mim!


Boa semana e olhos em Jesus!

Com estima pastoral,


Jonatas Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

mais um de Quintana

"A vida é um incêndio:
nela dançamos, salamandras mágicas
Que importa restarem cinzas
se a chama foi bela e alta?
Em meio aos toros que desabam,
cantemos a canção das chamas!
Cantemos a canção da vida,
na própria luz consumida..."

Mario Quintana

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

sobre o Programa Vejam Só

experiência rica

oportunidade de compartilhar um pouco do que é nossa denominação

e orgulhar-se disto

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Programa Vejam Só - RIT

lá estarei...

amanhã, 02/06, às 22:15h.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

brisa do leste

que bom que você chegou
e teu sussurro toca agora meu rosto
com carinho delicado
remanso de paz
cício doce de vida
que vindo do leste
chega do fôlego de Deus

sê bem vinda aqui
estava te esperando
observando do alto de dias cinzas
vazios
mas agora já se ouve o murmurejo na copa das árvores
são as folhas que, movimentadas por ti, conversam entre si
e falam de nós.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Versículos do dia... Bíblia on-line

Os passos de um homem bom são confirmados pelo SENHOR, e deleita-se no seu caminho. Ainda que caia, não ficará prostrado, pois o SENHOR o sustém com a sua mão.
Salmos 37:23,24

As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.
João 10:27,28

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 30/05

Olá!


Quero iniciar estas linhas dizendo de meu contentamento com tudo o que vimos no final de semana. O mês da família encerrou com as cores vibrantes da Graça de Deus e tivemos dois cultos muito bonitos, belas aulas em ED e um almoço delicioso. Quem contou afirma que passaram cerca de 150 pessoas pela igreja no domingo de manhã. Além de tudo isto nossa igreja esteve presente também em outras duas comunidades, Poá e São Miguel, através da visita que fizeram a estas duas igrejas o Rev. Fernando e o Wesleyano.


Como é bom ver a igreja em movimento, viva e com atitude missionária!


A memória do que vimos nos permite dizer:


- tudo foi bênção e tudo foi para o Senhor!


Enquanto escrevo lembro-me do salmista que diz: “ - em Deus faremos proezas!”, e concluo numa oração:


- de fato, tudo que é inspirado por Ti é possível!


Eis à nossa frente uma semana novinha, presente de Deus, e eu quero aqui perguntar, incentivando a tua reflexão:


- em que direção o Senhor tem te inspirado? O que falta fazer? Onde pode melhorar? A quem você precisa perdoar? Que relacionamento precisa ser restaurado? Que situação pede a tua interferência? Quem está precisando de uma palavra que você tem? Onde a igreja pode ser ajudada por você?


Nem sempre o que Deus espera de nós é fácil de fazer... geralmente não é. O que não podemos fazer é acostumarmos a responder sempre ao Senhor com o “é complicado”, “não tenho tempo” ou o “não posso fazer”.


Busque na inspiração de Deus a segurança de que o Seu Espírito, que está sobre você, é capaz de tornar tudo possível. Importa estar disponível para a novidade que Deus tem para cada um de nós.


Uma feliz semana e que nela a tua fé te movimente.


Lembre-se: Deus quer fazer em você, por você e através de você!


Com estima pastoral,


Rev. Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 23/05

Olá!



Bom dia!



Na noite de ontem o Rev. Josias nos trouxe uma linda meditação pastoral, na qual trabalhou o tema da família. Dentre tudo aquilo que aprendi, algo que chamou a atenção foi a origem etimológica da palavra “lareira”, que, segundo o colega, deriva da palavra “lar”. Confesso que nunca atentei para a ligação. Assim, lareira é o lugar do aquecimento do lar.



Neste mês da família entendo que somos chamados/as a olhar para a lareira da casa de cada um de nós, tentando perceber se ela está de fato acesa. O que transforma uma casa em lar é justamente o vigor das chamas do amor, do afeto, da partilha, da cumplicidade, da entrega.



Se a lareira está quieta e já não se ouve o estalar da lenha, certamente esta é a hora de rogar à Graça que a acenda, mais uma vez, para que assim aqueça e ilumine... para que assim a casa seja sempre lar. Nesta oração importa que você coloque também a sua disposição de mantê-la alimentada. Lembre-se: acesa ou apagada depende de você também.



Deus abençoe a tua família.



Uma semana aquecida e iluminada para você!



Com estima pastoral,



Jonatas Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Frio

Frio
Monique Kessous

Cada vez que eu penso em te ver
Vejo que não dá pra esquecer
Todo tempo que já passou
Tanta coisa ainda ficou
Como pode ser triste assim
Se eu te amo e sei que não tem razão
Eu ainda quero ser seu
Não me importa se eu sentir frio
Se eu sentir frio
Eu fico acordado
Fico ao seu lado até não ter vento
Folhas jogadas
Minhas pegadas
Vão caminhando até você

http://www.vagalume.com.br/monique-kessous/frio.html#ixzz1MjmQUCNS

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

El buen samaritano - version gaucha

El buen samaritano

Un día, cierto paisano
Se acercó a Nuestro Señor
Preguntando con intención
Para probar su saber
¿Que cosas habrá que hacer
Pa alcanzar la vida eterna?
Preguntó nuestro Señor
¿Qué dice la ley paisano?
Amarás a tus hermanos
Como te amás a vos mismo
Y amarás a Dios tu padre
Con toditos tus sentidos
Muy bonito has respondido
Hace esto y vivirás
Mas para justificar Aquel dotor comedido
¿Quién es mi prójimo amigo?
Le retrucó ahí nomás
Venía bajando un hombre
De Jerusalém a Jericó
Cuando de golpe lo asaltó
Una banda de ladrones
Que el poncho y los pantalones
Al pobre gaucho robó
Un sacerdote pasaba
Contemplándolo hecho trizas
Mas llegaba tarde a misa
Por eso siguió de largo
Pasó un pastor y le oró
E igual lo dejó tirado
Mas pasando un inconverso
Al que nadie llama hermano
Cuando lo vido al paisano
Se llenó de compasión
Se apió de su redomón
Y le tendió una mano
Sacó de la alforja un vino
Para curar sus heridas
Lo llevó a una pulpería
Le pagó a una curandera
Y le encomendó a la pulpera
Lo que gaste es cuenta mía
Después de contar la historia Jesús le dijo al dotor
Digame mi buen señor
Cuál le parece que fue
Del que cayó lastimao
El mas prójimo e los tres
De seguro que fue aquel
Que demostró su piedad
Ha dicho una gran verdad
Respondió muy bien paisano
Vaya usted y haga lo mesmo
Con toditos sus hermanos

Claudio Cruces

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 17/05


Olá!



Ao final da Escola Dominical última, mesmo já sabendo a resposta, perguntei à Cecília:



- você vem à noite?


Recebi a resposta de sempre:



- eu não perco!


Gosto deste sentimento, que compreende a impossibilidade de estar na casa do Senhor como perda de um tempo bom, abençoado, rico.



Não sei ao certo que tipo de tempo você tem dedicado à casa do Senhor, tampouco a qualidade dele. Sei apenas que é o Senhor que nos chama para a assembléia e vida comunitária e que ao atender ao convite santo, não há como não surpreender-se com o mover de Deus entre nós. Sei que o Seu chamado é sinal de cuidado e preocupação, pois Ele é conhecedor das dificuldades e grandes desafios que temos pela frente... e Se importa.


Talvez nesta semana você possa, ainda que por um breve instante, refletir sobre o tempo que tem dedicado à vida com Deus, seja ela devocional, familiar ou na comunidade que escolheu como lugar de celebração e serviço.



O Senhor te convida. Não perca!


Uma feliz semana para ti!



Com estima pastoral,


Jonatas Cavalheiro






em tempo:


1. damos todos e todas graças a Deus pelas notícias vindas da casa da Clarisse;


2. ontem estive com a Marly em seu aniversário, motivo de nossa alegria também;


3. lembre-se da grande Concentração Wesleyana do próximo sábado, no Ibirapuera. Havendo chance participe. Estarão reunidas as igrejas de tradição wesleyana: a nossa, Metodista Wesleyana, Exército da Salvação, Holiness, Metodista Livre... Estima-se reunir cerca de 10.000 pessoas. As atividades começam às 9h. Maiores informações: 3re.metodista.org.br

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Salmo 142

Com a minha voz clamo ao Senhor,
Com a minha voz ao Senhor suplico.
Diante dele a queixar-me eu estou,
diante dele exponho a minha aflição.

Quando aqui dentro de mim
esmorece o meu espírito,
tu então conheces minha vereda.
Olho à mão direita e vejo;
não há quem me conheça,
não há lugar onde me refugiar.

Ó Senhor, a ti clamei,
pois tu és o meu refúgio
e o meu tesouro entre os viventes.
Vem, atende minha prece,
estou muito abatido.
Livrar-me vem do forte tentador.

Tira-me desta prisão
e assim louvarei teu nome,
e então os justos me cercarão.
Meu Senhor, eu clamo agora:
Oh, vem livrar minha alma
e cantarei que me fizeste bem!

* hino lindo que invariavelmente me toca
* http://www.youtube.com/watch?v=cJTPDK2Grvo

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

eu estava lá...

http://www.youtube.com/watch?v=EhKo_prYbZQ

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

música bonitinha... outra

http://www.youtube.com/watch?v=kb8fIZAxtXo

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 09/05

Olá!


Ontem cheguei em casa relativamente cedo depois do culto. Resolvi dar uma caminhadinha na vila. Ali é seguro, tem vigilantes e à noite é bem gostoso.


Atravessando o condomínio para ganhar a rua, de repente senti um forte cheiro de flores... era uma árvore que hoje descobri ser jasmim. Que delícia! Aquele odor me cercou e acabei parando para senti-lo por mais um instante. Respirei fundo diversas vezes. Depois segui.


Naquele momento, no meio de uma noite estrelada, percebi que estava recebendo um recado de Deus. Ali, debaixo de uma árvore, Ele se fez perceber, conversando comigo por meio de um exalar. Esta foi a forma criativa que Deus usou para me dizer que me acompanha durante a noite, pronto a surpreender-me com Seu hálito e o sopro suave da Sua Graça. Assim é com todos nós. Nestes momentos Ele nos faz parar por um momento, respirar fundo e, mais uma vez, esperançar.


Como diz Graciliano Ramos: “felicidade acontece é em horinhas de descuido”.

Nesta semana esteja atento para a presença de Deus que nos cerca com o exalar da Graça.

Com estima pastoral,

Jonatas Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 09/05

Olá!


Ontem cheguei em casa relativamente cedo depois do culto. Resolvi dar uma caminhadinha na vila. Ali é seguro, tem vigilantes e à noite é bem gostoso.


Atravessando o condomínio para ganhar a rua, de repente senti um forte cheiro de flores... era uma árvore que hoje descobri ser jasmim. Que delícia! Aquele odor me cercou e acabei parando para senti-lo por mais um instante. Respirei fundo diversas vezes. Depois segui.


Naquele momento, no meio de uma noite estrelada, percebi que estava recebendo um recado de Deus. Ali, debaixo de uma árvore, Ele se fez perceber, conversando comigo por meio de um exalar. Esta foi a forma criativa que Deus usou para me dizer que me acompanha durante a noite, pronto a surpreender-me com Seu hálito e o sopro suave da Sua Graça. Assim é com todos nós. Nestes momentos Ele nos faz parar por um momento, respirar fundo e, mais uma vez, esperançar.


Como diz Graciliano Ramos: “felicidade acontece é em horinhas de descuido”.


Nesta semana esteja atento para a presença de Deus, que nos surpreende com o exalar da Sua Graça.


Com estima pastoral,


Jonatas Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

pelo amor de Deus

para esquecer planto horrores dentro de mim
e deságuo

para esquecer desisto do que não pude ser
e durmo.



J. Menino

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 03/05

Olá!


Depois de um período sem internet quero voltar aqui a dar o meu “oi” a vocês, família querida do Ipiranga.

Quero contar que ontem, segunda, folguei. Este final de semana foi bastante intenso, com Concílio Distrital, Dia do Seminarista, Sábado Game e no domingo, além das atividades na ED, preguei na Igreja da Moóca, comunidade irmã que sempre me recebe com muito carinho. Estava cansado. Resolvi cuidar das coisas de minha casa, fazer compras e à tarde fui ao cinema. O filme era fraquinho, tanto que sequer lembro o seu nome, mas trouxe duas idéias interessantes:


1. Quando prestamos muita atenção nos obstáculos perdemos de vista o objetivo;
2. Coragem não é a ausência do medo, mas o seu controle.

Mas a idéia central, aquela que de fato me marcou, foi a seguinte: a menina estava dividida entre dois rapazes, personagens de Owen Wilson e Paul Rud. Durante a festa de aniversário preparada pelo namorado, o outro rapaz [Paul Rud] aparece e lhe dá um presente com um significado especial [veja o filme] e diz:

- Vou lhe esperar lá embaixo... se não descer terei a resposta que preciso.


Este filme bobinho de alguma forma me lembrou que há momentos em que simplesmente sabemos o que fazer... simplesmente sabemos. Nestas horas “saber” nos põe em movimento, na direção daquilo que o coração pede, na direção do que é certo.


Protelar demais uma decisão pode ser um sinal de que a motivação inicial não é suficiente e que, assim, você já decidiu.

Se nesta semana ou nestes dias você precisa tomar alguma decisão, ouça seu coração e o faça debaixo da inspiração de Deus. Decidir liberta.

Sim, a moça desceu. Pronto. Contei o final. Domingo vocês brigam comigo.


Beijo e uma semana guardada pela Graça de Deus, que nos encaminha às melhores decisões.


Soli Deo Gloria!


Com estima pastoral,


Rev. Jonatas Rotter Cavalheiro


* descobri o nome do filme: Como você sabe

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 18/04

Olá!



Entramos numa semana muito especial, tempo de rememorar a morte e ressurreição de Jesus. Esta é uma memória forte, intensa, como forte e intenso é o amor de Deus demonstrado nos eventos do calvário. Ali o Senhor esvaziou-se de Si mesmo para assumir a nossa pequenez, trazendo sobre os Seus ombros o pecado de todos nós. Assim, temos hoje livre acesso ao Pai... nada mais nos afasta do Senhor, pois em Cristo nos foi dada a Graça da intimidade com Aquele que nos fez.


Temos os apelos próprios de um feriado estendido, mas quero incentivá-lo a lembrar de Jesus nesta chamada Semana Santa, para que com os olhos da fé possamos assistir o Senhor passando com um madeiro às costas, gritos ao fundo, sendo levado à dor, à Cruz e à morte... para que visitemos o luto nos três dias que se seguirão.... para que com os olhos da fé visitemos aquele jardim e assim também testemunhemos a Sua ressurreição.


Estamos na semana que rememora o evento fundante da chamada fé Cristã.


Talvez este tempo de memória seja um bom momento para você re-fundar também a Sua vida com Deus, iniciando uma nova caminhada com Ele, debaixo da Graça e do amor do Cristo que venceu a morte para que tivéssemos também condições de suplantar as nossas próprias “mortes” existenciais.



Nesta Páscoa, lembre de Jesus.



Com estima pastoral,




Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

122º de Chaplin

"a vida é maravilhosa se não tem medo dela"

"a única coisa tão inevitável quanto a morte é a vida"

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Salmo 142

[Masquil de Davi; oração que fez quando estava na caverna] Com a minha voz clamei ao SENHOR; com a minha voz supliquei ao SENHOR. Derramei a minha queixa perante a sua face; expus-lhe a minha angústia. Quando o meu espírito estava angustiado em mim, então conheceste a minha vereda. No caminho em que eu andava, esconderam-me um laço. Olhei para a minha direita, e vi; mas não havia quem me conhecesse. Refúgio me faltou; ninguém cuidou da minha alma. A ti, ó SENHOR, clamei; eu disse: Tu és o meu refúgio, e a minha porção na terra dos viventes. Atende ao meu clamor; porque estou muito abatido. Livra-me dos meus perseguidores; porque são mais fortes do que eu. Tira a minha alma da prisão, para que louve o teu nome; os justos me rodearão, pois me fizeste bem.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 11/04

Olá! E lá vamos nós... começa mais uma semana. Ainda é domingo e escrevo de uma lan. Estou aqui pensando em tudo o que me espera: compromissos, reuniões, deveres, viagem... Neste exercício de planejamento pessoal lembro do sermão da manhã que trouxe para a reflexão o Salmo 142: “com a minha voz clamo ao Senhor, com a minha voz ao suplico... eu estou tão abatido... o Senhor é meu refúgio”. Todos temos motivos para clamar ao Senhor. Encarnamos vários personagens [pai, mãe, filho/a, irmão, profissional, acadêmico] e cada um deles tem diante de si desafios muito específicos, grandes e pequenos. No texto acima o Salmista abre toda a sua angústia em uma súplica, mas também reafirma a sua fé. Nesta prece apresenta o seu abatimento, coloca-o nas mãos de Deus e pede o abrigo do Pai. Olho para a intensidade dos dias que chegam e rogo ao Senhor, pedindo que Ele, todo amor, nos ajude a transitar pelo terreno desconhecido de um tempo novo, enfrentando os dias e em todos eles reafirmando: - O Senhor é meu refúgio! Com a minha voz clamo ao Senhor... Que venham os dias. Nenhum de nós está sozinho! Uma semana de paz para você! Com estima pastoral, Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

sobre solidão

"Que me desculpem os desesaperados, mas solidão é fundamental para viver. Sem ela não me ouço, não ouso, não me fortaleço. Sem ela me diluo, me disperso, me espelho nos outros, me esqueço. Sem ela os silêncios são estéreis e as noites sôfregas, povoadas de assombramentos e desejos insaciáveis. Sem ela não percebo as saídas, os milagres, os espinhos. Não penso solto, não mato dragões, não acalanto a criança apavorada em mim, não aquieto meus pavores, meu medo de ser só. Sem ela sairei por aí, com olhos inquietos caçando afeto, aceitando migalhas, confundindo estar cercado por pessoas consideradas como amigos. Sem ela me manterei aturdido, ocupado, agendado só para driblar o tempo e não me fazer companhia. Sem ela trairei meus desejos, rirei sem achar graça, endossarei ideias tolas só para não ter que me recolher e ouvir meus lamentos, meus sonhos adiados, meus dentes rangendo. Sem ela, e não por causa dela, trocarei beijos tristes e acordarei vazio em leitos áridos. Sem ela sairei de casa todos os dias e me afastarei de mim, me desconhecerei, me perderei. Solidão é onde encontro a mim mesmo, de onde observo um jardim secreto e por onde acesso o templo em mim. Medo? Sim. Até entender que o monstro mora lá fora e o herói mora aqui dentro".

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Música bonitinha 02

http://www.dailymotion.com/video/x1up90_ivete-sangaloquando-a-chuva-passar_music

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Clarice Lispector

"Não me dêem fórmulas certas, por que eu não espero acertar sempre. Não me mostrem o que esperam de mim, por que vou seguir meu coração. Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, por que sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade. Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra sempre"

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 04/03

Olá

Como estão?


Vamos nos embrenhando por mais uma semana, alimentados pela Ceia do Senhor, memória celebrada no dia de ontem.

Os cultos de domingo foram muito especiais, mas quero sublinhar o vespertino. Ao final da celebração nosso irmão Janir deu testemunho de sua percepção de que tudo concorreu para que ela – a celebração – fosse muito significativa: as músicas escolhidas pelo Wesleyano foram ao encontro do que nos foi trazido pelo Pr. Thiago no sermão, além da bela participação do Grupo de Música, é claro. Que bom!

Assim é a Graça de Deus... vai muito além do que planejamos e, de repente, nos surpreende.

Temos que estar atentos para este movimento contínuo do sopro divino sobre nós, descobrindo, pela força e encantamento da fé, o som, a trilha sonora que o Senhor não apenas escolheu, mas compôs para as nossas vidas.

A Ele nosso louvor, neste novo tempo que nos dá e sempre.

Uma abençoada semana e não esqueça... atente para a música. É bela, é surpreendente e é tua.

Com estima pastoral,

Jonatas Cavalheiro, pr

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

continente ausente

que miséria sufocar sentimento / contraditório / esforço triste para matar o que mantém a vida / o que pode doer mais? / tenho a sensação de que neste mar de desejos freados já não haja lugar para a visão da praia / assim, fico à deriva, num navegar contínuo e manso / sem brisa / chão que não pára / mas tudo bem / acostumo-me, resigno-me ao abandono / na falta de continente, encanto-me com o mar.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

interessante

"você pode me empurrar pro precipício/

não me importo com isso/

eu adoro voar"



Clarice Lispector *


* em tempo: levado ao erro pela Folha de São Paulo

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

José Alencar [*1931-2011+]

“Estou confiante, porém consciente”.

No dia de hoje, início da tarde, o país perdeu um de seus filhos mais valorosos e queridos. A morte do ex. vice-presidente José Alencar consterna toda a nação, independente das convicções político-partidárias, se é que elas ainda existem.

Os noticiários da noite trazem as repercussões deste falecimento, reproduzindo inclusive algumas de suas entrevistas. Numa delas o jornalista pergunta:

- O senhor tem medo da morte?

A resposta deste homem foi própria de uma personalidade gigante. Disse ele:

- Não tenho medo da morte. Eu tenho medo da desonra.

A contramão do que é comum, corriqueiro e normal. Este foi o caminho escolhido por este mineiro de origem simples, cuja personalidade persistente transformou em um dos maiores empresários do Brasil. Diante da possibilidade de uma vida pública marcada pelo fisiologismo, foi honesto e coerente com os valores que declarava e demonstrava ter. Diante da chance de colher louros políticos com os momentos de fragilidade do titular, exercitou a lealdade, sem descaracterizar suas posições, sobretudo com relação às taxas de juros elevadas. Diante da opção pela normal prostração e desistência quando se viu frente a frente com um câncer agressivo, transformou sua luta numa inspiração para todos aqueles e aquelas que lutam contra esta doença de poder avassalador. Diante da possibilidade da morte, desejou e exaltou a vida, o trabalho e a família.

Pleno de humildade, este homem apelidado Zé, nunca se apresentou como herói ou santo. Contudo, num país carente de bons referenciais, importa exaltar aquele que se vai, percebendo nele que as forças da contemporaneidade e seus apelos, não podem servir para que justifiquemos a perda da coragem, do caráter ou da fé.

Importa manter a honra.

E agora, no ocaso do dia que o levou para a companhia de Deus, ouço o final da frase que inspira estas linhas e me emociono, aprendendo mais uma vez:

- O homem honrado não morre nunca. Um homem desonrado morre em vida.

Importa manter a honra.

Reaprendo isto com um homem que não morreu.

Jonatas Rotter Cavalheiro

escrito em 29 de março de 2011

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

O choro magoado de meu pequeno vizinho

Eu ainda não o conheço, mas o ouço quase todo dia.

Tenho um vizinho bebê, que de vez em quando se faz perceber através de um choro bonitinho, que é só dele. Não é um choro repetitivo e constante, daqueles que tomam uma madrugada inteira. Não. É um choro magoado que parece misturar manha e vontade de colo. Não vejo a cena, mas como este prantinho dura pouco, posso imaginar que no momento em que começa, o pai e/ou a mãe já colhem o rebento nos braços, fazendo cessar o lamento. Pronto: não precisa mais chorar. Já está protegido, envolvido e acarinhado pelos braços daqueles que o amam.

Este testemunho auditivo me faz pensar em nossa vida com Deus. Evidentemente, em muitos instantes somos nós a chorar um choro magoado, num cantinho escuro da existência, afinal, a vida sabe ser dura por vezes. É um choro que não quer incomodar ninguém. É um choro que não quer ser notado por ninguém. É um choro que só precisa ser conhecido pela figura maternal de Deus.

A boa notícia é que a experiência de meu pequeno vizinho se repete em nós: ao ouvir nosso choro magoado, o Senhor já está em movimento para nos ajudar a passar por mais uma noite... em paz.

Que o Senhor te recolha, aqueça e acalme, nesta nova semana e sempre.

Com estima pastoral,

Jonatas Rotter Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

você tem onde ficar?

de todos os medos que atormentam os que não conseguem dormir
talvez o mais assustador seja não ter um lugar debaixo da lua
o espaço de brisa que abrigue e acalme, quando tudo em volta é noite
quando todo o resto grita insanidades tolas e tristes
bradando maldades, pressupondo derrotas e antevendo misérias
penso que deveria ser direito universal a garantia deste lugar
o texto poderia rezar:
“todo ser humano tem direito a, pelo menos, um instante de paz por dia, a fim de recompor-se, respirar fundo e reposicionar-se diante da vida, com mais coragem e alegria”.
um rouxinol veio me contar que ao final da tarde ele volta ao seu lugar
e ali está seguro, não há perigos
fica ali na curva da lagoa e a visão é revigorante, dizia ele
aconchega-se em seu ninho e já não precisa ansiar subsistência
apenas descansa, apenas se acalma, apenas observa o deitar do sol
e deste lugar privilegiado ele enxerga o que ninguém mais vê
dali se encanta com todos os céus
dali visita paisagens desconhecidas
e anseia por elas em silêncio
e tudo isto só é possível
por ter ele um lugar
que fica ali, na curva da lagoa, árvore maior
esquina do dia, ante-sala do que vem
e o testemunho de meu amigo me faz propor que mudemos o texto:
“todo ser humano tem direito a um abrigo, na curva de qualquer lagoa, a fim de encantar-se com aquilo que ainda não é”.
Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 21/03

Queridos e queridas,
Como estão?
Aqui vamos bem, após um final de semana muito abençoado, especialmente nas atividades de nossa igreja.
Nossa Escola Dominical estava bela, mais uma vez, e no culto vespertino o esforço realizado durante a semana surtiu efeito. Tínhamos um belo grupo, com presença de alguns visitantes.
Pela manhã, no estudo desenvolvido na classe de Jovens, debruçamo-nos no texto do Filho Pródigo. A partir de um olhar mais amplo, tentamos observar a ação de cada um dos atores [Pai, filhos mais velho e mais novo], percebendo que todos nos colocamos em cada um dos papéis durante a caminhada da vida.
Mas no advento de uma nova semana, entendo que o de mais precisoso concluímos ontem é que, ainda que pelas mais diversas razões nos afastemos da presença e da casa de Deus, Ele, o nosso Pai, estará sempre na porteira da existência, ansioso, pronto a celebrar nosso retorno.
Se você se sente longe de Deus, volte para casa. Ali é o teu lugar. Faça a festa do retorno acontecer!
Com estima pastoral e minha oração,
Jonatas Cavalheiro, pastor

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 14/03

Queridos e queridas,

Bom dia!

Passando para, mais uma vez, desejar uma semana abençoada.
Ontem, no culto vespertino, o Rev. Fernando desenvolveu uma inspirada reflexão a respeito do texto da tentação de Jesus. Diz o texto que Jesus foi levado ao deserto pelo Espírito.
Muito interessante perceber, especialmente neste tempo de Quaresma, que por vezes o Senhor nos encaminha para um tempo de recolhimento e reflexão pessoal. No deserto não temos com o que nos distrair. A paisagem é sempre a mesma. Não há para onde olhar. Sou eu e Deus.
Se para você este é um tempo de deserto, aproveite-o para intensificar sua comunhão com o Senhor, utilizando a Quaresma para o recolhimento, auto-análise e reafirmação de tua fé.
A boa notícia, lembrava o colega, é que no final os anjos serviram ao Senhor Jesus.
Mas o deserto era necessário...
Sigamos em frente. O Senhor nos trata no deserto e nos acolhe do outro lado de nossas provas.
Aguarde os anjos e, em todo o tempo, reafirme a fé!

Com estima pastoral,

Rev. Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Música bonitinha

http://www.dailymotion.com/video/xeq9il_pensando-em-voce-henrique-cerqueira_shortfilms

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá pastoral - 10/03

Queridos e queridas,
Como estão?
Passado o período de feriado, voltamos às atividades e à rotina. O gosto desta rotina sempre dependerá de nossa disposição em dar sabor às horas, em ato constante de gratidão a Deus pelo fôlego de vida que há em cada um de nós.
Lembre-se: este fôlego tem sua origem no sopro de Deus sobre você!
Então inspire e expire suavemente...
Inspire-se! Alegre-se! Enfrente!
Beijo
com estima pastoral,
Jonatas Rotter Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Céu Nublado... sobre o caso Isabella

Dorme menina
Dorme e não mais te farão mal
Dorme pequena
Aqueles a quem a beleza agride, a quem o sorriso mata, a quem a flor espanta
Eles já perderam
Teu sorriso venceu docinho
A maldade, razão de ser dos tíbios, será sufocada pela memória de tua voz
Que revestida de meiguice, perpassará a memória dos loucos
Como flecha, lança, espada [voz de risada, voz de pega-pega, voz de amarelinha]
Dorme Isabella
Já não és apenas dos teus
És de todos nós e encarnas tantos gritos, que em ti ecoam mais alto
Gritos de crianças que, como tu, são todos os dias violentadas em sua meninice
Que tombam silenciosamente ante a mão covarde dos medíocres
Crianças que desde cedo são apresentadas ao pior do mundo
Dorme menina
Eles perderam
Você fica conosco e eles já não mais existem
Dorme menina


Rev. Jonatas Rotter Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Olá Pastoral - 28/02

Queridos e queridas,

Que esta nova semana seja uma semana feliz, marcada pelo acompanhamento contínuo da Graça de Deus. Deixo aqui a tônica do sermão de domingo à noite: O Rei Jeorão tinha autoridade, poder e unção para abençoar o seu povo. No entanto, preferiu desobedecer ao Senhor, morrendo sem deixar saudade. Como Jeorão temos nós também todas as condições para abençoar os que estão entorno de nós. Temos a unção de Deus, o poder de amar e a autoridade em Jesus para impactar de maneira positiva a vida de quem está ao redor. Reunimos todas as condições...
Temos deixado as marcas de uma vida relevante e abençoadora ou temos sido como Jeorão?
Só gera saudade quem dá sentido à presença!
Que Deus nos abençoe e que nossa presença sinalize as cores do Reino de Deus.
Com meu carinho e estima pastoral,

Jonatas Cavalheiro

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Embarques e desembarques


O amor tudo espera, tudo suporta I Co.13.7b

Aconteceu no aeroporto de Guarulhos. Estava esperando o horário do vôo que me levaria a Porto Alegre, na semana anterior ao carnaval. Havia chegado muito cedo. Tomei um café. Conversei amenidades com uma senhora. Andei pelo aeroporto, acompanhando o vai e vem típico de uma véspera de feriado.

Enquanto caminhava, passei em frente ao portão de embarque internacional. Ali estavam postados dois homens que, por diversos motivos, me fizeram concluir que eram pai e filho. O filho iria viajar, considerei ao ver que portava uma mala de mão. Parei minha caminhada. Por identificação com o momento fiquei por ali, dissimulando minha observação. Ambos sorriam enquanto falavam. No entanto, lentamente o sorriso deu lugar a uma certa tensão na face dos dois: chegara a hora da despedida, o filho precisava embarcar. Foi neste momento que eles se abraçaram. Mas não foi um abraço normal, corriqueiro, tranqüilo. Foi um abraço intenso, daqueles que misturam num instante o carinho e a dor. Envolveram-se como se quisessem um ao outro prender junto a si. Um silêncio envolveu-os, a despeito do entorno. Desabraçaram-se. Fitaram-se com a mesma intensidade do abraço. Continuaram calados. Era como se pai e filho estivessem gravando na íris a imagem um do outro. Estavam nitidamente à flor da pele. Mais um abraço, desta vez curto. Balbuciaram algo. O jovem virou as costas e ingressou no salão, sem olhar para traz. Estranhamente o pai ficou ali, paralisado, como quem aguarda um improvável regresso. Posicionou-se de maneira que pudesse, quem sabe, ter uma visão derradeira do filho. Impossível. Esperou mais alguns instantes junto ao portão, carregando um olhar perdido. Em seguida partiu. Percebi-me emocionado, compadecido, quase triste. Enquanto procurava o meu próprio portão de embarque pensei: estão certos aqueles que dizem que aeroportos podem significar alegria e pranto. Aqueles dois verteram sem chorar.

Ironia da existência, escrevo estas linha de dentro do vôo que agora me traz de volta de Porto Alegre. Sim, acabo de ingressar num portão de embarque, deixando para traz pai, mãe, irmã e avó. A vida se repete. Há instantes passei pelo mesmo ritual que testemunhara dias atrás em Guarulhos.

Me pego refletindo sobre as ausências que a vida nos impõe. Penso na família distante. No rosto de cada familiar. E no mesmo instante que medito sobre o poder avassalador da ausência, percebo que só tem saudade quem dá significado à presença, quem se abre ao afeto, quem sabe dar boas risadas e valorizar a bênção de estar vivo. A saudade apresenta-se como produto do carinho compartilhado, que uma vez puro "tudo suporta", sobrevivendo até mesmo aos "portões de embarque" da vida.

Neste momento de saudade, ainda no ar, posso testemunhar que experimento o abraço de Deus. E este também não é um abraço normal, corriqueiro ou tranqüilo. É um abraço completo, pleno de força e de alento. Sem problema algum confesso meu coração partido, mas estou em paz. Junto ao peito de Deus tenho a segurança de que Aquele que me abraça envolverá os que me amam, dispensando a eles a serenidade que experimento agora. Junto ao peito de Deus quase posso ouvir uma voz dizendo: nenhum portão de embarque te distancia daqueles que estão sempre dentro de ti.

Bom seria compartilhar estes sentimentos com os personagens iniciais desta história. Não é possível. Mas posso rogar ao Senhor que o Seu abraço os alcance. Assim o faço.

De certa forma os eventos vividos em aeroportos nestes últimos dias me fizeram entender melhor o quanto o próprio Deus nos quer perto de Si. Ao mesmo tempo que nos encoraja a lançar-nos na direção dos desafios, Ele também não parte. Ele nos abraça, fita nossas faces e fica, velando de perto nossas entradas e saídas, nossos embarques e desembarques.

Rev. Jonatas Rotter Cavalheiro
Pastor da IM no Ipiranga

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Lugar exato... reflexão para um tempo novo

“chegando, se deteve (exatamente) sobre o lugar onde estava o menino” Mt. 2.9b
Cheguei em São Paulo no domingo passado pela manhã. Como todos e todas sabem estou afastado para cuidar da saúde, licença esta que foi estendida pela liderança, num ato de carinho da igreja que levarei para toda a vida. Precisava disto para ingressar em 2011 com a disposição e entusiasmo que, como sabem, me acompanham. A Igreja faz parte de mim.
De qualquer forma, senti falta do culto, da celebração, afinal, era domingo, dia do Senhor. Fui à igreja no começo da tarde, para ter ali meu instante com Deus. Em que pese o caráter comunitário da fé, realizei o meu culto solitário. Reuni forças aos pés da cruz e cantei, orei e refleti no texto que estava aberto no altar. O texto narrava o encontro dos magos com Herodes. Terminei lendo a bênção de Números 6 e cantando o Amém Tríplice. Foi um tempo bom. Foi um tempo diferente. Foi um tempo especial.
O que quero compartilhar é que ali, no meio de uma tarde cinza, tive a experiência de um abraço carinhoso de Deus. Eu sei. Você já passou por isto. Como é bom, não? Como é bom sentir-se objeto do cuidado de Deus quando se está marchando por terrenos diferentes, estranhos e, por vezes, sombrios.
Resultado de minha reflexão no culto particular é que o Senhor, de uma forma ou outra, vai à frente. Os caminhos que se apresentam pressupõem a Sua presença, força e direção. Os magos que procuravam por Jesus se “atrapalharam” no caminho e acabaram na presença de Herodes. Sem saber, colocaram-se numa posição que poderia ser perigosa. Mas chegaram na estrebaria. O Senhor os levou em segurança. O Senhor os queria ali.
No domingo passado, por volta das 15h, o que saltou ao meu coração durante o culto celebrado por/para mim é que a estrela enviada por Deus sempre nos leva ao cenário da Sua vontade. Perceber isto nos serena o espírito, pois a caminhada nos faz concluir que por mais que nos percamos durante a jornada, nada nos separa do destino que Deus preparou.
Que esta segurança preencha o teu coração neste novo ano. Seguindo a estrela, você chega ao lugar exato.
Com meu abraço carinhoso,
Rev. Jonatas Rotter Cavalheiro
escrito nos primeiros dias de janeiro/11

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments